Paganismo grego (Hellenismo) é oficialmente reconhecido como religião na Grécia

Há alguns dias, o Supreme Council of Ethnic Hellenes (YSEE), entidade religiosa da Grécia que atua no restabelecimento do paganismo ou politeísmo grego (Hellenismo), anunciou que a religião foi oficialmente reconhecida pelo Estado. Isso se deu após 20 anos de atuação da organização religiosa, que já vinha lutando há algum tempo por maiores direitos civis para os seguidores do paganismo grego; em 2015 o pedido havia sido negado pelas autoridades do país. Vale lembrar que na Grécia a religião dominante é o cristianismo ortodoxo e, até então, apenas cinco outras religiões eram oficialmente reconhecidas pelo Estado grego (agora, o Hellenismo passa a ser uma das seis religiões oficiais). Confira parte do comunicado emitido pelo YSEE:

Ontem, o secretário do Supreme Council of Ethnic Hellenes (YSEE) anunciou que depois de mais de vinte anos de luta, o Estado grego reconheceu finalmente a religião helênica como uma “religião conhecida” de acordo com o parágrafo 17 – a única forma de reconhecimento por uma religião na Grécia. O parágrafo mencionado inclui a permissão para construir um templo, bem como o direito de “exercício público” de qualquer religião reconhecida. O reconhecimento da religião helênica como uma “religião conhecida” é apenas o primeiro passo para um reconhecimento geral do helenismo (tradução livre; texto original disponível aqui). 

Como a organização enfatizou, a partir de agora os adeptos do Hellenismo terão uma série de direitos, o que os coloca em status de igualdade perante as outras cinco religiões reconhecidas. Entre esses direitos estão a construção de templos religiosos, o registro de seus filhos como pertencentes à religião helênica, o casamento religioso com valor legal, o direito ao exercício público de celebrações e rituais, entre outros. Isto é, os pagãos helênicos estão, agora, sob as proteções de lei.

Em entrevista ao portal The Wild Hunt, o secretário geral da YSEE, Vlassis Rassias, explica que “este foi o reconhecimento da nossa religião como tal, pelas autoridades oficiais do Ministério da Educação e Assuntos Religiosos da Grécia […], eles nos deram permissão oficial para um lugar de culto em Atenas, promovendo assim a religião helênica étnica para o status de uma ‘religião conhecida’ na Grécia, de acordo com o artigo 3 da Constituição”, e indica que, para a organização, o próximo passo é “o reconhecimento da organização oficial da religião étnica helênica (Supreme Council of Ethnic Hellenes, YSEE) como corporação estatutária de caráter religioso”.

hymn-offering-500x362

© Dannyel de Castro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s