Ancestrais na Espiritualidade Celta

A reverência ou culto aos ancestrais é um dos pilares do Paganismo como um todo, acredito eu, pois toda religião ou espiritualidade que se baseia nos ciclos e mistérios da Terra honra a ancestralidade. No Druidismo não é diferente, os ancestrais sempre são lembrados e reverenciados, quer seja nos festivais sagrados ou em nossa vida cotidiana. Nossos ancestrais caminharam por essa Terra antes de nós, batalharam, sofreram, riram, choraram, aprenderam… Além disso, eles vivem em nós mesmos, através de nosso sangue e de alguns traços físicos e de nossa personalidade. Os povos celtas tinham o costume de manter a memória de seus ancestrais viva através de poemas, contos e músicas que narravam suas histórias e feitos heroicos. Atualmente, nossa sociedade não atribui esse valor aos nossos ancestrais, vivemos em uma cultura que pouco incentiva a reverência pelos mais antigos, que menospreza e violenta as tradições e visões de mundo dos ancestrais de nossa terra. Isso é um grande absurdo, uma vez que nossos ancestrais fazem parte de quem somos, de nossa história nesse mundo. Eles nos ligam às nossas origens. Esse é um dos aspectos que o caminho da espiritualidade celta busca resgatar em nosso tempo.

Dentro do Druidismo existe um entendimento da ancestralidade como sendo subdividida em três classes: ancestrais de sangue, ancestrais da terra e ancestrais de alma (ou, para alguns, de tradição). De forma geral e bem resumida, os ancestrais de sangue são nossos familiares (cuja existência conhecemos de forma concreta) que já partiram para o Outro Mundo; nossos avós, bisavós, etc. Já os ancestrais de terra são os que viveram no local onde vivemos antes de nós, os nativos de uma localidade. Os ancestrais de alma, por sua vez, são os povos celtas e os antigos druidas, que construíram e trilharam a tradição cultural e espiritual que seguimos atualmente.

Pode até parecer simples, mas a verdade é que o tema possui uma grande complexidade, que somente começa a ser desvendada a partir da vivência pessoal. É possível que os ancestrais de sangue sejam também ancestrais da terra, e isso é bem provável no caso brasileiro, no qual boa parte de nós possui ancestralidade indígena no sangue. E também é possível que os ancestrais de alma sejam ancestrais de sangue, no caso de quem descende de pessoas nascidas em países célticos.

Mas nada disso deve ser regra. Como eu disse antes, tudo depende de como a pessoa vivencia a sua ancestralidade. Particularmente, desde quando iniciei minha jornada pela espiritualidade celta, tenho sentido uma profunda conexão com meus ancestrais. Acredito, na verdade, que foram eles que me trouxeram para esse caminho (especialmente os celtas da Galícia, pelos quais tenho nutrido, desde então, grande reverência e identificação). Não que eu seja descendente de pessoas nascidas em países célticos, mas porque sinto que essa tradição espiritual fala diretamente com a minha alma. Além disso, comecei a pesquisar mais sobre a minha família sanguínea e fiz grandes descobertas, como por exemplo características de meus ancestrais que também estão em mim, suas histórias, suas feridas. E também passei a me conectar de forma mais profunda com a ancestralidade de minha terra. Curiosamente, foi ao adentrar no caminho do Druidismo (para muitos uma religião “eurocêntrica”) que eu comecei a sentir realmente a sabedoria e a força dos povos indígenas, e a nutrir igual reverência a eles e a essa terra amazônica na qual vivo atualmente.

Conheça seus ancestrais, ouça histórias de seus avós, bisavós, tios e pessoas mais velhas. Honre a sabedoria deles e delas. Busque saber mais sobre os povos indígenas, suas cosmovisões, costumes e espiritualidade. E caso haja alguma cultura antiga que te desperte um interesse indescritível (não necessariamente a celta), busque também aprender sobre ela.

© Dannyel de Castro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s