Paganismo em ascensão pelo mundo

O Paganismo Contemporâneo, ou Neopaganismo, já há alguns anos vem se destacando em censos demográficos realizados em diferentes localidades ao redor do mundo, tendo se tornado um dos destaques dos chamados novos movimentos religiosos (categoria utilizada por estudiosos para fazer referência ao conjunto de expressões religiosas que se estruturaram e/ou se expandiram entre os séculos XIX e XX). A atual década, contudo, parece ser um divisor de águas para essas estatísticas, pois a quantidade de adeptos cresce de maneira considerável. O portal Adherents.com indica a existência de 1 milhão de neopagãos pelo mundo, fazendo do Neopaganismo a décima nona principal adesão religiosa – porém, o site já está há algum tempo desatualizado e deve indicar um número bastante superior em sua próxima atualização.

Como já foi constatado por diversos autores, a Wicca é a maior das religiões neopagãs. Somente nos Estados Unidos, em 2008, a American Religious Identification Survey identificou a presença de 600 mil wiccanos. Mais recentemente, o site Religious Tolarance chegou a estimar que o número subiu para 3 milhões de adeptos autodeclarados wiccanos até o ano de 2015, uma configuração que coloca a religião entre as três mais praticadas dos Estados Unidos. Nesse caso, os dados ainda carecem de um rigor mais científico, só que mesmo se o próximo censo indicar apenas a metade disso já seria um número surpreendente.

No caso europeu, no Reino Unido há pelo menos 250 mil neopagãos, entre wiccanos e druidistas, segundo os dados mais recentes, que são de 2009 e foram publicados em uma reportagem do The Guardian. Este ano, a BBC chamou atenção para a possibilidade de o Neopaganismo estar em segundo lugar entre as adesões religiosas do sudoeste da Inglaterra, com cerca de 40 mil seguidores.

A Ásatrú está em um visível processo de expansão, com novos adeptos chegando à religião constantemente em diferentes países. Na Islândia, onde um templo ásatruár está sendo construído, o número de adeptos registrou uma alta de 50% em menos de dois anos, chegando à marca de 3.583 ásatruáres, ao mesmo tempo em que o número de adesões ao cristianismo diminuiu em 10% no país – uma notícia que percorreu vários portais pelo mundo este ano.

No Leste Europeu, onde alguns neopagãos se consideram “indígenas”, os números são especialmente altos. Na Lituânia, berço do resgate do paganismo báltico, a Romuva ocupa nada menos que a sexta posição entre as maiores adesões religiosas do país, com 5.118 adeptos, segundo um censo divulgado em 2011. Estima-se haver ainda cerca de 750 mil praticantes da fé eslava, denominada por alguns de Rodnoverie, nos países de herança eslava (os dados seriam de 2012).

O Supreme Council of Ethnic Hellenes (YSEE) já chegou a divulgar a informação de que cerca de 1% da população grega segue o Hellenismo, mas a informação ainda não foi confirmada por nenhum órgão responsável pela realização de censos demográficos na Grécia. Mas vale lembrar que recentemente a religião ganhou o status de “religião conhecida” no país, o que confere uma série de direitos para seus adeptos, um feito que certamente evidencia a expressividade do Hellenismo no país.

Enquanto isso, no Brasil infelizmente não há como saber a quantidade de religiosos neopagãos, pois o censo realizado no país não dispõe de um quesito específico – “paganismo” ou “neopaganismo”. Há apenas categorias difusas e pouco esclarecedoras, como “tradições esotéricas”, “espiritualistas” e outras, nas quais, acredito, devem estar inclusos alguns neopagãos; há 74 mil pessoas pertencentes a “tradições esotéricas” no país segundo o último censo, por exemplo. Para que as categorias próprias do Neopaganismo (ou de qualquer outra religião) apareçam na pesquisa, é necessário que exista um número mínimo de pessoas que se declaram adeptas de tal segmento, o que não aconteceu até o último senso brasileiro, de 2010.

© Dannyel de Castro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s